quinta-feira, 1 de junho de 2017

Rastros de um silêncio

Nas ondas do mar cá fora,
Nas ondas do mar lá dentro,
Tive um momento de uma hora,
E um minuto de silêncio.
**
Desta vida não levo nada,
Apenas o que trago vestido,
Os rastros na areia molhada,
São de um anjo que caminha comigo.
**
Que escreve poemas com os pés,
 Nas areias de algodão,
E o anjo descalço...ao invés,
Carrega os sapatos na mão.
**
Naquele minuto de silêncio,
Naquele momento de uma hora...
Largou poemas ao vento,
E o meu tempo foi embora.
**
Cristina Ivens Duarte-23/05/2017




Sem comentários: