terça-feira, 2 de maio de 2017

Fragâncias

Eram aromas, fragrâncias por inteiro,
Como se em flores eu estivesse estendida,
Que na brisa do teu sopro...senti o teu cheiro,
Alucinando, meus dias, minha vida. 
**
O cheiro do teu perfume impregnado,
No meu corpo, minhas mãos, minha cama,
Como se um fogo se tivesse inflamado,
Num ápice, tudo em volta ficou em chama.
**
Entrelaçando todos os meus nervos em versos,
Labaredas, vindas da alma a navegar,
Carinhos e beijos ficaram impressos.
**
Corpo entre corpo, num enlace primordial,
Fomos astros a brilharem neste amar,
Jamais haverá um momento deste...igual.
**
Cristina Ivens Duarte-2/05/2017










Sem comentários: