segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

imagem e poesia

Eu só queria por uma vez na vida vê-lo,
Então combinámos um certo dia,
Para ter a certeza de que ele me via,
Que eu colocaria uma rosa no cabelo.
*
Era um sítio ermo, e muito escuro,
Tal e qual um aqueduto abandonado,
Eu fiquei ali, com o meu olhar parado,
Vendo ele chegar, por detrás daquele muro.
*
Eu tinha esperado muito tempo por este dia,
Queria conhecer aquele seu ar risonho,
Eu estar ali, ainda me parecia um sonho,
Tamanha era a alegria que me fazia,
*
Depois comecei a querer esmorecer,
Só via os ponteiros do relógio a correr,
E os meus olhos começaram a lacrimejar.
*
Era eu a meio de um pesadelo, 
De no sonho não conseguir vê-lo,
Acordei pelo nome dele a gritar.
*
Cristina Maria Ivens-12/12/2016

Sem comentários: