quinta-feira, 12 de maio de 2016

Rascunhos

Interpreto os meus sonhos
como sendo rascunhos
dos dias temperados
e outros, sem um olhar..
Além ficam os soluços,
como meus testemunhos,
envergando uma lágrima,
adivinhando temporal.
Na duvida, escolho a lágrima,
como sendo verdadeira,
o olhar, um viajante traiçoeiro.

Cristina Maria Afonso Ivens Duarte




Sem comentários: