quarta-feira, 25 de maio de 2016

´Pétalas


Pétalas
Quando o teu rosto se sobruçou
sobre a minha vida sem viço
compreendi que a minha pele falava
num tom de feitiço.
Despi-te, deixando cair cada pétala
envolvendo-te na quentura da noite.
Esses pequenos minutos, iluminaram
os meus olhos, tornamdo-se
numa cor azul.
Amei-te com todo o fôlego e
sorrisos de toda a minha vida!
A minha alma conseguiu atingir
a luz do sol, num raio de luz e de paz.
A tua forma luminosa, atravessou os espaços sombrios
e vazios do meu corpo, como uma nuvem.
Queria dizer que te amo em várias linguas
mas acima de tudo, da cor do teu sorriso,
de uma rosa nua, pedindo um abraço de orvalho.
És a mais linda das estrelas, tens os olhos de Deus
que me tocam por dentro..

Cristina Maria Afonso Ivens Duarte
 

Sem comentários: