domingo, 10 de abril de 2016

Quando a vida só quer tempero

Quando a vida só quer tempero
muita perícia e bastante domínio
na teoria com arte e zelo
não cais na rotina ou fascínio.
É ela que nos tempera e lubrifica
com especiarias e pouco sal
a nossa alma ela, nos purifica
em azeite amacia e não nos quer mal.
Bem vivida com legitimidade
confeitada com aroma a canela
é um convite à nossa intimidade
dá vontade de fazer amor com ela.
É tão simples degustar cada momento
se tudo for cozinhado em lume brando
é só deixar ferver em pouco tempo
e mexer docemente de vez em quando.
Cristina Maria Afonso Ivens Duarte

Sem comentários: