terça-feira, 19 de abril de 2016

Nesse dia tive a certeza

Nesse dia eu tive a certeza
que não eras nenhuma quimera
quando no altar irradiaste beleza
e pestanejaste para confirmar quem eras.

Era o começo da nossa comunhão
o enxoval do nosso baú
no teu corpo em transformação
numa musa te transformaste, tu.

De grinalda e flores ao peito
iluminaste a igreja por dentro
como um anjo de corpo perfeito
poisaste e abraçaste o meu membro.

Duradoira foi a nossa união
que te emoldurei e vou honrar
para nossa contemplação
contigo voltaria a casar.

Cristina Maria Afonso Ivens Duarte

Sem comentários: