terça-feira, 5 de abril de 2016

Charme

Charme
Brindei ao meu toque inconfundível
e deixo para trás o que me torna única
acessórios de mulher infalível
guardo o charme para tirar a minha túnica.
Teias costuradas enaltecem minhas pernas
pele aveludada sobressai em meu ser
passos de Cinderela em tons de cor de rosa
torno a meu quarto para o amor acontecer.
Torneada de encantos e cheiro a sabonete
subo a escadaria com um musical a champanhe
borbulha por mim a cima um estranho perfume
percorre em meu sangue um lindo falsete.
Cristina Maria Afonso Ivens Duarte

Sem comentários: