sábado, 31 de outubro de 2015

Fernanda









Fernanda

És amante dos poetas
abres portas e caminhos 
tens vasinhos de flores
construídos num livrinho.
Encantas os mais pequenos
com histórias de passarinhos
fazes sonharem de noite
que és a fada dos dentinhos.
Com trocas e baldrocas
altas engenhocas
proclamas os poetas
nas tuas horas mortas.
O teu vicio é poesia
não mata mas alegria
no sangue correm versos
que a minha alma contagias.
Se um dia não rimares
com as palavras da tua vida
é poesia na mesma
és uma alma sentida.

Cristina Duarte

Sem comentários: